Terapia focada nas emoções e processos de mudança em psicoterapia

EFT é uma forma de psicoterapia que, procura melhorar a relação do casal ou individual que se baseia na Teoria das Emoções contemporânea e integra elementos de diferentes abordagens psicoterapêuticas – centrada-no-cliente.

EFT tem como objetivo central a reestruturação dos esquemas disfuncionais emocionais apresentados pelo cliente, possibilitando, assim, a formação de um novo sentido do self e do sistema de significados pessoais.

As emoções, tais como: medo, tristeza, a raiva ou alegria são cruciais para a solução rápida de problemas, para a comunicação interpessoal e para a sobrevivência. Sendo assim, elas surgem a partir do processamento da informação relacionado à análise automática e involuntária.

Primárias desadaptativas – Estão baseadas na história do indivíduo, a partir de vivências traumáticas e aprendizagens disfuncionais sobre si e o mundo, baseadas nas experiencias negativas no passado.

Fontes da disfunção emocional

A TFE considera que a disfunção emocional é proveniente de quatro fontes principais:

  1. a presença de esquemas emocionais,
  2. a ausência de awareness,
  3. a incapacidade de regulação emocional e problemas na construção da narrativa emocional e do significado
  4. a narrativa desorganizada e traumática sobre o self, os outros e o ambiente é outra fonte importante de dificuldades emocionais (Goldman & Greenberg, 2015).

A prática do EFT tem foco no processo experiencial dos indivíduos, experienciar as emoções e chegar até elas para então podermos entendê-las, transformá-las e nos libertarmos de respostas desadaptativas, automáticas e repetitivas. 

Ao reviver experiências importantes, o paciente pode incluir novas informações sobre a situação, mudando o significado dos esquemas emocionais.